Quarta-feira, 8 de Setembro de 2004

Nossa Senhora da Luz dos Pinhais (de Curitiba)

N_S_LUZ.jpg
Dia 8 de setembro é comemorado o dia de Nossa Senhora da Luz dops Pinhais, padroeira de Curitiba.

Curitiba, Corituba
ou ainda Corityba, vem de Coreu ou
Curi que significa "pinhão" e Tuba ou Tyba,
"muito". Curitiba, terra de muito pinhão. Em 29 de março
de 1693, foi criada a Vila de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais de Curitiba,
quando os povoadores se reuniram na capela de pau a pique, onde já
se encontrava a imagem da santa padroeira, Nossa Senhora da Luz, trazida pelos
portugueses. Nesse momento foram aclamados, como autoridades, seis homens
de sã consciência, que fizeram seu juramento, perante o Padre
Antonio de Alvarenga.

Curitiba só se tornou capital em 26 de julho de 1854. O Paraná,
que era uma Comarca de São Paulo, adquiriu autonomia em 19/12/1853.
A escolha da sua capital foi disputada também por outras cidades
(Paranaguá, Castro, Lapa e São José dos Pinhais).

Não se sabe ao certo a data da criação da paróquia
Nossa Senhora da Luz de Curitiba. Aceita-se como provável o ano de
1668. É certo que em 1683 foi rubricado um livro de registros de
batizados. Padre João de Souto é o seu primeiro pároco.
Havia em Curitiba mais quatro outras igrejas: a da Ordem Terceira de São
Francisco das Chagas ( a edificação, de 1737, hoje é
o edifício mais antigo da cidade), a de Nossa Senhora do Rosário
dos Homens Pretos, a de São Francisco de Paula, e a do Senhor Bom
Jesus do Cabral.

Para saber mais acesse o site: http://www.curitibasites.com/historia.shtml
publicado por Tathyana às 11:59
link do post | comentar | favorito

Grito do Ipiranga

independencia.jpg
publicado por Tathyana às 11:31
link do post | comentar | favorito

Hino da Independência

Musica: D. Pedro I

Letra: Evaristo da Veiga



Já podeis da Pátria filhos

Ver contente a mãe gentil

Já raiou a liberdade

No horizonte do Brasil

Já raiou a liberdade

Já raiou a liberdade

No horizonte do Brasil



Brava gente, brasileira

Longe vá temor servil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil



Os grilhões que nos forjava

Da perfídia astuto ardil

Houve mão mais poderosa

Zombou deles o Brasil

Houve mão mais poderosa

Houve mão mais poderosa

Zombou deles o Brasil



Brava gente, brasileira

Longe vá temor servil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil



Não temais ímpias falanges

Que apresentam face hostil

Vossos peitos, vossos braços,

São muralhas do Brasil

Vossos peitos, vossos braços,

Vossos peitos, vossos braços,

São muralhas do Brasil



Brava gente, brasileira

Longe vá temor servil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil



Parabéns, ó Brasileiros!

Já com garbo juvenil

Do universo entre as nações

Resplandece a do Brasil

Do universo entre as nações

Do universo entre as nações

Resplandece a do Brasil



Brava gente, brasileira

Longe vá temor servil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil

Ou ficar a Pátria livre

Ou morrer pelo Brasil 
publicado por Tathyana às 11:18
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


.posts recentes

. Falta de notícias

. Falta de notícias

. Um doce Halloween para to...

. Nossa Senhora da Luz dos ...

. Grito do Ipiranga

. Hino da Independência

. Elisabeth, rainha da Ingl...

. Lema da Revolução Frances...

. Inquisição

. Uma introdução à Reforma ...

.arquivos

. Junho 2005

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds